18-11-2010 23:55

SEF também faz greve geral

Inspectores queixam-se que carreira está a regredir e por isso também vão protestar a 24 de Novembro.


   A Renascença avança que os inspectores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) decidiram aderir à greve geral de 24 de Novembro.

 

   Reunida hoje em Lisboa, a direcção nacional do sindicato que representa os 850 inspectores daquele serviço, decidiu juntar-se ao protesto por achar que a carreira está a sofrer um retrocesso de, pelo menos, seis anos.

   Joaquim Mendes, presidente do Sindicato, diz que, desta vez, em causa estão as medidas gerais de austeridade e não qualquer outra questão específica do SEF. “É uma greve geral que atinge todos os funcionários públicos. Não é nada contra a política do MAI ou contra a política do SEF, é, em termos gerais, contra toda a política governamental que nos tem afectado e que significa regredirmos seis anos na carreira”, disse.

   O sindicato irá mais tarde negociar os serviços mínimos para as 24 horas do dia 24 de Novembro mas Joaquim Mendes antecipa desde já os problemas que a greve deverá provocar no normal funcionamento do SEF: “Vai provocar atrasos na gestão aeroportuária, os serviços estarão reduzidos, vai haver atrasos nos voos. A nível do funcionamento interno das delegações regionais, o atendimento a cidadãos estrangeiros vai ser muito reduzido”.



 

—————

Voltar


Contatos

Comissão Coordenadora Permanente

Av. Santa Joana Princesa, 2
1700-357 Lisboa


213475394/5
Ver contactos Gab.Coordenadores



Questionário

Acha importante a existência desta estrutura?

Sim (515)
91%

Não (50)
9%

Total de votos: 565